ÁREA RESTRITA
QUEM SOMOS

A ABRADEMP – Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia de Menor Porte – é uma entidade de classe com abrangência nacional, sob a forma de associação civil, sem fins lucrativos, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial. Surgiu da ampliação da ASBRACE - Associação Sul Brasileira das Pequenas Concessionárias de Energia e tem como objetivos, dentre outros:

  • Garantir respeito ao equilíbrio econômico-financeiro do negócio, que opera em condições de eficiência econômica, conforme explicitamente estabelecido nos Contratos de Concessão, seja nos reajustes anuais, seja nas revisões periódicas das tarifas e;
  • Reforçar a preservação de interesses comuns ao segmento das pequenas concessionárias de energia, ante o quadro institucional que parece pender para a concentração das operações de distribuição de energia elétrica no país.
  • Fazem parte da ABRADEMP: NOVA PALMA ENERGIA, HIDROPAN, MUX, ELETROCAR, CHESP, ELFSM, JOÃO CESA, DEMEI, IGUAÇU ENERGIA, COCEL, DMEPC, FORCEL, EFLUL e SULGIPE que representam a quase totalidade das empresas privadas e autarquias municipais independentes e de menor porte não vinculadas a grupo corporativos maiores.

OBJETIVOS

a) Congregar e defender as concessionárias distribuidoras de energia elétrica de menor porte que atuem nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica;

b) Defender e preservar os interesses de suas associadas, representando-as perante a Administração Federal, Estadual e Municipal, Poderes Legislativo e Judiciário, Entidades Civis, Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL e Agências Reguladoras Estaduais dos diversos Estados da Federação;

c) Promover estudos de temáticas que interessem o setor e fomentar o intercâmbio com as demais associações de classe;

d) Organizar congressos, seminários e outros cursos, bem como a troca de experiência visando o debate do interesse comum do setor;

e) Organizar e oferecer a suas associadas toda espécie de serviços e assistência em suas relações, entre si e com terceiros, notadamente de ordem econômico-financeira, jurídica, fiscal e técnica, sempre dentro das normas do Art. 20 do Estatuto;

f) Manter um centro de informações de assuntos relacionados ao setor, de forma a atender as necessidades dos associados;

g) Firmar convênios e manter entendimentos com entidades oficiais ou particulares, que sejam do interesse ao atendimento de seus objetivos;

h) Fomentar a participação dos associados em empreendimentos que visem à geração e transmissão de energia elétrica;

i) Fomentar a participação dos associados com organismos que visem melhorar, aperfeiçoar e ou modernizar a comercialização e distribuição de energia elétrica;

j) Defender e promover políticas de boa qualidade e tarifa adequada ao mercado consumidor.